Descubra a importância do protetor solar para a sua saúde! - Blog | Vinotage

Descubra a importância do protetor solar para a sua saúde!

6 minutos para ler

A pele é o maior órgão de nosso corpo e é, infelizmente, um dos mais negligenciados. Muito se fala sobre os cuidados com outras estruturas vitais, como o coração, mas o zelo com a região cutânea é muito pouco difundido entre a maioria das pessoas. O uso regular de um bom protetor solar, por exemplo, é um deles.

Os protetores solares são uma ferramenta incrível para proteger a nossa pele contra os efeitos nocivos do sol. Além de nos resguardar contra uma série de problemas sérios, como o câncer, esse hábito também evita o envelhecimento precoce de nossa cútis e nos deixa com um aspecto muito mais bonito e saudável.

Não sabe exatamente como o protetor solar funciona e age em nosso organismo? Gostaria de conhecer um pouco mais sobre os efeitos nocivos do sol para a pele? A seguir, discutiremos esse assunto e tiraremos as suas principais dúvidas sobre o tema. Boa leitura!

O que é um protetor solar?

Apesar de os cuidados com a pele serem pouco discutidos na sociedade, muito se fala sobre o uso regular de protetores solares. No entanto, ainda assim, boa parte da população tem uma série de dúvidas sobre esse produto e sequer sabe exatamente como eles funcionam.

De modo simples, os protetores solares são compostos que utilizam substâncias químicas (sintéticas ou naturais) que são responsáveis por bloquear a penetração de raios ultravioletas em nossa pele.

Eles podem criar barreiras físicas (ou seja, fazendo com que os raios ‘’batam’’ e sejam refletidos de volta, sem penetrar na pele) ou químicas (com um funcionamento diferente, que de certa forma ‘’dissolve’’ os raios). A seguir, compreenderemos melhor o funcionamento desse produto em nosso organismo.

Como os protetores solares funcionam na prática?

Para compreendermos adequadamente o funcionamento desse tipo de produto, precisamos discutir antes alguns aspectos importantes sobre a pele e, claro, sobre os raios emitidos pelo sol.

Em primeiro lugar, a nossa pele. Esse órgão gigante e extremamente importante (responsável pelas trocas gasosas com o meio ambiente, com função excretora e também protetora, além de muitas outras funções) é composto de várias camadas.

A mais externa, composta majoritariamente por apenas células mortas, é a epiderme. Em seguida, temos a derme e por último, a hipoderme, área mais interna da pele. Quanto mais abaixo, mais vascularizada e ‘’viva’’ é a pele, se conectando com outros órgãos de nosso corpo.

O sol emite três tipos de raios, em diferentes comprimentos de onda: o UVA, UVB e UVC. O último é o menos nocivo de todos, penetrando apenas a epiderme, zona em que praticamente não há nenhuma atividade celular. Os raios UVA e UVB, por sua vez, atingem camadas mais profundas e podem causar uma série de problemas para a saúde.

Quais são as possíveis consequências de não usar os protetores?

A penetração dos raios solares em nossa pele pode, inicialmente, causar queimaduras. Esse é o primeiro efeito negativo, que ocorre a curto prazo e quase que instantaneamente.

Além das queimaduras, outro efeito negativo da exposição solar sem o uso de bloqueadores ou filtros solares é o surgimento de manchas. A hiperpigmentação é outro efeito muito comum dessa falta de cuidado.

O envelhecimento cutâneo, causado por uma combinação dos fatores mencionados anteriormente e também por alterações em nível celular, também é muito recorrente. As células de nossa pele não costumam aguentar a radiação solar e passam a morrer rapidamente, gerando rugas, linhas de expressão e outros problemas estéticos.

Por fim, o problema mais grave que está relacionado com os raios ultravioletas (UV) emitidos pelo sol é o câncer. A radiação solar é responsável pela mutação em nossas células, o que pode fazer com que essa doença apareça. Esse é, inclusive, um dos tipos de cânceres mais comuns no Brasil e em todo o mundo.

Quais são os benefícios do uso desse tipo de produto?

Agora que já vimos as principais consequências de não utilizar os protetores solares diariamente, que tal conferirmos os benefícios que o seu uso traz para a nossa saúde e, claro, para a nossa autoestima e qualidade de vida?

A primeira vantagem de seu uso é justamente a prevenção do câncer de pele. Como essa é uma doença muito comum no Brasil, devido à alta incidência de luz solar em nosso país, é fundamental que esse produto seja utilizado todos os dias.

Outro benefício é a prevenção de queimaduras e do surgimento de manchas. Muitas vezes, os protetores são também ótimos aliados no tratamento de manchinhas existentes, quando combinados a outros compostos prescritos por um dermatologista.

Por fim, o envelhecimento da pele é altamente retardado com o uso frequente desses compostos. Ao bloquear os raios solares e proteger a pele da radiação, os protetores mantêm a nossa cútis jovem e bonita por muito mais tempo.

Qual é o modo correto de utilizar o protetor solar?

Já deu para perceber que utilizar protetores solares é algo que deve fazer parte de nossa rotina de cuidados com a pele, não é mesmo? Agora, chegou o momento de verificarmos a maneira certa de utilizar esse produto.

A primeira dica é: use o protetor solar todos os dias — sem falta. Mesmo em ambientes mais frios ou em períodos nublados, é fundamental que eles sejam utilizados diariamente. O seu uso é recomendado até mesmo para quem não vai sair de casa, já que a luz emitida por computadores e televisores também pode ser prejudicial para a pele.

Outra dica bacana é reaplicar o produto sempre que for necessário. Após molhar a pele, por exemplo, ou após longos períodos de uso. Observe sempre as recomendações do fabricante no verso da embalagem. Lá, as principais informações sobre a reaplicação do produto estarão devidamente listadas.

Por fim, escolha o protetor ideal para o seu tipo de pele. No mercado, há inúmeras opções: para peles secas, para peles oleosas e para peles maduras — pesquise bastante e faça uma escolha consciente!

Como podemos ver, o uso de protetor solar é algo que deve ser feito todos os dias e que traz uma série de benefícios para a saúde. Sempre que possível, opte por produtos mais naturais e com efeitos secundários positivos, como o tratamento simultâneo da pele por meio de compostos orgânicos. Sua pele e sua saúde agradecem!

Gostou deste artigo? Conhece outras pessoas que não costumam fazer uso frequente do protetor solar? Então, compartilhe este post em suas redes sociais para que elas também conheçam os perigos do sol para a pele e saibam como utilizar esse produto corretamente!

 

Posts relacionados

Deixe uma resposta