Olhos inchados: conheça as principais causas e como tratá-lo - Blog | Vinotage

Olhos inchados: conheça as principais causas e como tratá-lo

6 minutos para ler

Os olhos inchados podem ter diversas causas, ocorrendo por problemas menos graves, como batidas e alergias, ou surgindo devido à infecções como terçol e conjuntivite, por exemplo. O inchaço acontece normalmente por causa do acúmulo de água nos tecidos em volta dos olhos, como nas glândulas ou pálpebras.

Quando o problema dura mais de 3 dias, é importante consultar um oftalmologista para identificar a causa e iniciar o tratamento adequado. Dependendo do caso, pode ser necessário usar antibióticos. Em situações mais raras, o inchaço pode indicar doenças mais graves, como mau funcionamento dos rins, alterações na tireoide ou tumor na pálpebra. Porém, nesses casos, outros sintomas tendem a surgir.

Neste artigo, vamos mostrar as principais causas e formas de tratar olhos inchados. Acompanhe!

Problemas que geram inchaço na região dos olhos

O edema pode ser doloroso ou não e acometer os olhos e as pálpebras, tanto inferiores quanto superiores. Existem diversos motivos para a inflamação surgir e é importante conhecer os principais sintomas associados ao problema. Confira.

Infecções

A conjuntivite é uma das principais infecções que acometem essa região. Ela afeta a mucosa clara da superfície dos olhos e pode ser causada por bactérias, vírus, fungos (mais raramente) ou resultarem de alergias. Além do edema nas pálpebras, podem causar coceira, vermelhidão e excesso de lágrimas.

O terçol é outra infecção ocular comum. A protuberância é causada por bactérias, seguida de inflamação nos folículos ciliares. O inchaço nas pálpebras também é um sintoma frequente quando as glândulas ficam bloqueadas. Nesse caso, a área dos olhos fica sensível ao toque.

Alergias

A alergia ocorre quando o sistema imunológico reage de forma exagerada contra uma substância estranha, chamada de alérgeno, e libera produtos químicos (como a histamina). É uma tentativa do organismo se defender de uma substância que pode prejudicá-lo, mesmo que, às vezes, ela seja inofensiva.

O efeito da histamina causa a dilatação dos vasos sanguíneos, provocando vermelhidão e edema. Poeira, pólen, pelo de animais, soluções para lentes de contato e colírios são alguns dos alérgenos oculares mais comuns.

Lesões

Qualquer trauma na região dos olhos, como uma pancada acidental na pálpebra, pode provocar dor, inflamação e inchaço na região.

Corpos estranhos

Corpos estranhos e produtos irritantes também podem causar alterações nos olhos, com edema local. Isso inclui produtos de limpeza doméstica e de higiene pessoal (como hidratantes, maquiagem, shampoo e sabonete), serragem, cloro da piscina, pequenos insetos, fagulhas, entre outros.

Lentes de contato

O uso inadequado de lentes de contato pode causar olhos inchados. Os principais motivos são nadar com as lentes, fazer uma higienização incorreta ou guardá-las em locais inadequados. Isso pode causar infecções simples ou severa, por isso, é importante ter cuidado.

Usar lente de contato danificadas, vencidas ou dormir e esquecer de retirá-las também pode irritar os olhos e causar o inchaço.

Blefarite

A blefarite é uma inflamação das pálpebras, que pode ser infecciosa ou não. Em geral, é causada pelo excesso de camada lipídica, produzida por uma glândula encontrada nas pálpebras. Os principais sintomas são olhos inchados e doloridos, podendo ser acompanhado por caspas, perda dos cílios e mudança na pele da pálpebra.

Na maior parte dos casos, é uma condição crônica. Isso significa que o problema nunca é curado totalmente, mas é possível controlar os sintomas com práticas de higiene rígidas e tratamento adequado.

Insuficiência renal

A insuficiência renal causa retenção de líquidos devido a problemas nos rins, que perdem a capacidade de eliminar o líquido do corpo com a mesma eficiência. Nesse caso, o inchaço nos olhos pode expandir para todo o rosto e é mais notável de manhã, logo ao acordar.

Possíveis tratamentos

Identificar corretamente os sintomas é algo fundamental para tratar o problema de forma adequada. Como o inchaço nos olhos pode ter diversos motivos, o tratamento varia de acordo com a condição e pode ser necessário associar dois ou mais procedimentos.

Um procedimento caseiro interessante para o início do edema é aplicar compressas de água fria nas pálpebras fechadas. Elas promovem a vasoconstrição — processo que reduz a dilatação dos vasos sanguíneos na região.

Outra dica é fazer um teste de alergia. Como esse é um problema comum, é importante descobrir a quais agentes você é alérgico para evitar essas substâncias ou, pelo menos, minimizar sua exposição a elas.

Se a inflamação for causada por infecções, herpes ocular ou conjuntivite, o médico pode indicar o uso de colírios antivirais, pomadas oculares anti-inflamatórias e antibióticos, dependendo da doença.

O uso de colírio ajuda a lubrificar os olhos, evitar incômodos e aliviar os sintomas. No entanto, é melhor optar pelos sem conservantes. Embora impeça o crescimento de bactérias, algumas pessoas são alérgicas a esses elementos.

Lembre-se de interromper o uso de lentes de contato durante o tratamento. Depois, é possível minimizar o risco de irritação ou infecção ocular por meio de cuidados rigorosos com a higiene. Também é importante fazer a substituição frequente das lentes e do estojo de conservação.

Caso o seu problema seja realmente causado por alguma alergia, vale a pena investir em maquiagens e outros itens de beleza hipoalergênicos e sem perfume. Isso ajuda a evitar crises alérgicas. Faça um teste na parte interna do pulso antes de usar o produto em seu rosto.

Importância de procurar um médico

Se você sentir qualquer outro incômodo, como dor nos olhos, deve procurar um médico imediatamente — de preferência um oftalmologista. Ele poderá avaliar detalhadamente seu caso, por meio de exames físicos e complementares, e definir qual é o seu diagnóstico correto, orientando o melhor tratamento.

Lembre-se de que a automedicação pode aumentar o inchaço e causar outros problemas. Além disso, somente um profissional pode indicar alguns medicamentos, como antibióticos. Enquanto não faz a avaliação médica, evite esfregar os olhos para não agravar a condição.

Em geral, os olhos inchados são um sinal de que algo está errado. É importante lembrar, também, que o tamanho dos olhos não está diretamente relacionado com a gravidade do problema. Em alguns casos, compressas frias são o suficiente para melhorar o incômodo, enquanto pequenas protuberâncias podem indicar algo grave. Por isso, tenha sempre atenção às reações do seu corpo.

Gostou das informações? Então, complemente a leitura e esclareça suas dúvidas sobre linhas de expressão!

Posts relacionados

Deixe uma resposta