Pontas duplas: conheça as principais causas e saiba como tratar! - Blog | Vinotage

Pontas duplas: conheça as principais causas e saiba como tratar!

6 minutos para ler

Toda pessoa, independentemente de ser um homem ou uma mulher, almeja ter cabelos bonitos e saudáveis. Fios brilhantes, fortes e alinhados são, portanto, um desejo de praticamente todas as pessoas que se preocupam com a aparência e a saúde. As pontas duplas, no entanto, são um empecilho bastante comum para esse objetivo.

Além de prejudicar o aspecto visual do cabelo, o tornando um tanto quanto bagunçado, ‘’frizzado’’ e desalinhado, as pontas duplas podem denunciar que os fios estão fragilizados e que algo pode estar errado com a sua saúde ou com a sua rotina de cuidados capilares.

Pensando nisso, preparamos um artigo para esmiuçar as pontas duplas, discutindo as suas principais causas, origens e, claro, maneiras de acabar com esse problema de uma vez por todas por meio dos cuidados adequados. Vamos lá? Boa leitura!

Antes de mais nada, o que são pontas duplas?

O primeiro passo para entendermos o problema é conhecermos as suas principais características. A maioria de nós sabe, empiricamente (ou seja, com a nossa própria experiência) o que são pontas duplas. A imagem do problema é muito recorrente, não é mesmo?

No entanto, conhecer os aspectos ‘’técnicos’’ do problema pode ajudá-lo a entender a situação de uma forma completamente nova, observando-a por um ângulo diferente. A seguir, descobriremos o que são, afinal de contas, as pontas duplas.

Os fios de nossos cabelos são recobertos por uma fina camada protetora, chamada de cutícula. Ela é o que mantém nossos fios alinhados e com um bom caimento, mantendo ‘’tudo no seu devido lugar’’. Além de ter função protetora, a cutícula é responsável por absorver ou não os componentes que utilizamos em nossos fios.

Quando a cutícula é danificada, as pontas duplas (ou com várias outras divisões) dão o ar da graça. Elas são, portanto, a degradação cuticular e das fibras capilares, compostas por uma série de proteínas e sais minerais.

O que causa as pontas duplas?

Agora que entendemos o funcionamento das cutículas e sabemos qual é a sua relação com as pontas duplas, chegou o momento de descobrirmos quais são as causas mais comuns desse problema. Vamos lá?

Uso de equipamentos térmicos

O uso frequente de calor nos cabelos é um dos principais vilões da saúde capilar e um dos responsáveis pelo surgimento das pontas duplas. Pranchas, babyliss e secadores, por exemplo, devem ser evitados ao máximo. Quando isso não for possível, o uso de protetores térmicos é sempre recomendado.

Falta de hidratação

A hidratação é um aspecto fundamental para a saúde de nossos fios. Quando ressecados, eles tendem a perder muita água e ter dificuldade em absorvê-la, o que causa problemas na cutícula capilar. Lembre-se, no entanto, que a reposição hídrica deve ser tanto na aplicação tópica (ou seja, na superfície) quanto por meio da ingestão frequente de líquidos.

Escovação inadequada

Escovar os cabelos com muita força ou utilizando pentes e escovas rígidas demais pode danificar a estrutura capilar, especialmente em cabelos quebradiços. Assim, há a formação de pontas duplas por trauma, quando um fio se rompe e a cutícula se fragmenta com o impacto.

Excesso de procedimentos químicos

O uso de química também é um grande responsável por diversos problemas capilares, entre eles a presença de pontas duplas. Nunca se sabe como compostos exagerados reagirão com os fios e, por isso, é sempre bacana evitar tais procedimentos, na medida do possível.

Problemas nutricionais

Por fim, uma das causas indiretas das pontas duplas são as deficiências nutricionais. Se alimentar corretamente é fundamental para ter fios fortes e saudáveis, que não quebram com facilidade e que, portanto, têm uma maior resistência a qualquer tipo de atrito ou situação.

Como podemos prevenir o surgimento desse problema?

Já deu para observar que as pontas duplas podem ter apenas uma causa ou ser multifatorial, não é mesmo? Conhecer as maneiras de prevenir o aparecimento desse problema é, portanto, muito importante. Saiba mais a seguir:

Capriche na proteção do cabelo

A proteção capilar é algo que pode ser feito por muitas frentes. O primeiro lugar é a utilização de protetores térmicos antes de usar calor nos fios. Além disso, manter uma alimentação equilibrada e tomar bastante água são outros métodos eficazes para a prevenção.

Utilize os produtos adequados

Adquirir produtos que conversem com as suas necessidades é fundamental. Por isso, escolha sempre shampoos e condicionadores que tenham a ver com o seu tipo de cabelo, evitando reações adversas ao uso de tais produtos. Além disso, priorize sempre itens que utilizem matérias primas naturais em sua composição, como os extratos da uva.

Conte com o auxílio de um profissional

O auxílio de profissionais é sempre recomendado para qualquer pessoa que busca fios belos e saudáveis. A ajuda pode partir desde bons cabeleireiros, passar por empresas de cosméticos preocupadas com seus consumidores e ir até mesmo ao conhecimento de médicos dermatologistas. O importante é sempre ouvir opiniões e cuidar da saúde com atenção!

Como podemos recuperar as pontas duplas?

De modo geral, há dois modos de reparar as pontas duplas de um cabelo. O primeiro deles é o uso de finalizadores, bastante popular entre as pessoas. O ponto negativo dessa atitude, no entanto, é que apenas mascara o problema, criando uma película sobre os fios que age como uma pseudo cutícula.

A segunda forma, e única realmente eficiente, é o corte. Infelizmente, pontas duplas são um problema sem cura e a melhor maneira de lidar com elas é eliminando-as da extensão do fio. Assim, você evita que a “abertura” suba muito e danifique áreas ainda mais distantes das pontas dos cabelos.

A partir do corte, é possível caprichar nas dicas de prevenção e garantir um crescimento saudável do cabelo, evitando que o problema surja novamente no futuro. Assim, você poderá ter fios bonitos e saudáveis da raiz às pontas!

Agora que você já sabe tudo sobre as pontas duplas, chegou o momento de tratar o seu cabelo como ele merece! Utilize produtos de qualidade e que sejam, preferencialmente, naturais e não deixe de consultar, sempre que necessário, a opinião de um profissional para auxiliá-lo com os cuidados capilares.

Gostou deste artigo? Gostaria de receber muitas outras dicas e recomendações de cuidados com a beleza e com a saúde? Então, nos siga em nossas redes sociais e fique por dentro de nossas principais publicações! Estamos no Instagram e no Facebook. Aguardamos a sua visita!

Posts relacionados

Deixe uma resposta