12 dicas de cuidados com a pele do rosto - Blog | Vinotage

12 dicas de cuidados com a pele do rosto

12 minutos para ler

Conhecer as principais dicas para a pele do rosto ajuda muito nos resultados positivos. De fato, essa região muitas vezes é esquecida por boa parte das pessoas, ainda que isso não seja feito propositalmente. A razão para tal ocorrência é simples: é muito comum acreditarmos que os mesmos procedimentos feitos em nosso corpo valem para a região da face. No entanto, essa área exige cuidados diferentes.

A pele de nosso rosto é muito mais sensível e exposta aos fatores externos do que a do restante do corpo. Por conta disso, é necessário um zelo maior e muito mais específico para garantir que ela esteja sempre saudável, bonita e livre de manchas e lesões.

Gostaria de saber as melhores maneiras de cuidar adequadamente da pele do rosto? Continue a leitura e confira 12 dicas indispensáveis para manter essa região bela e saudável!

1. Capriche na hidratação

Hidratação é o nome dado ao ato de fornecer água às nossas células. O corpo humano é composto majoritariamente por esse mineral e, por isso, necessitamos de uma boa quantidade de ingestão diária para suprir a demanda celular e facilitar a ocorrência das reações físicas e químicas que o organismo faz constantemente.

Portanto, é sempre importante consumir pequenas quantidades de água (ou outros líquidos) durante o dia. Ingerir grandes volumes de uma só vez não é tão válido, já que assim a maioria é eliminada pelo corpo sem aproveitamento.

2. Se alimente com qualidade

Outro fator muito importante para a saúde e beleza da pele do rosto é caprichar na alimentação. Investir em pratos bem coloridos e diversificados é fundamental para que o organismo receba todos os nutrientes (como vitaminas, minerais e aminoácidos) necessários para a produção de proteínas fundamentais, como o colágeno.

Além disso, alguns alimentos podem ser muito nocivos para a pele, fazendo com que surjam problemas como a acne. Evite refeições muito gordurosas ou com grandes quantidades de açúcar e produtos químicos, como os conservantes e estabilizantes.

3. Durma o suficiente

Uma grande parcela da população sofre com os efeitos negativos da falta de sono. Não dormir bem traz inúmeros prejuízos para a saúde e eles podem ser vistos a olho nu em nossa pele, seja pela presença de olheiras ou pelo envelhecimento mais rápido das células cutâneas.

É impossível dizer a quantidade certa de sono que devemos ter todas as noites, já que essa quantidade pode variar muito de organismo para organismo. Por isso, conheça bem os seus limites e busque dormir com qualidade, sempre respeitando os sinais emitidos pelo seu corpo e, claro, pela sua pele.

4. Tome cuidado com a exposição solar

Os raios ultravioletas emitidos pelo sol são responsáveis direto pelo envelhecimento das células de nossa epiderme, além de causar mutações nessa região. As mudanças na estrutura do DNA pode fazer com que surjam problemas sérios, como o câncer de pele.

Por isso, a proteção solar é fundamental não só para evitar manchas (muito comuns com a exposição ao sol) e outros efeitos estéticos negativos, mas também para garantir a saúde da pele e evitar problemas que podem atingir outras regiões do organismo.

5. Realize esfoliações periódicas

Você costuma esfoliar a sua pele? Esse hábito é pouco incorporado na rotina das mulheres brasileiras e deve começar a fazer parte os hábitos cotidianos. Ela consiste na remoção química ou mecânica de células mortas da superfície do rosto. Além disso, essa prática desobstrui os poros e reduz os problemas com cravos e espinhas.

A periodicidade da esfoliação dependerá muito do tipo de cada pele (peles sensíveis precisam de menos esfoliações do que as oleosas, por exemplo) e da necessidade de cada indivíduo. Por isso, consulte um dermatologista para tirar essas dúvidas e faça essa etapa com o devido cuidado para evitar o efeito rebote.

6. Retire a maquiagem antes de dormir

Outro inimigo muito famoso de uma pele bonita e saudável é o hábito de não retirar a maquiagem antes de dormir. Isso obstrui gravemente os poros e proíbe a respiração da cútis, além de prejudicar a renovação celular da região.

Apesar disso, vale a pena ressaltar que quando são utilizadas com sabedoria, as maquiagens não causam nenhum dano ao rosto. Para usá-las da forma correta, utilize um bom removedor (conhecidos também como demaquilantes) antes de se deitar e tenha uma pele sempre linda.

7. Evite altas temperaturas

O ressecamento é um dos principais responsáveis pelo aspecto descuidado e também por problemas que trazem desconforto, como a descamação e até mesmo o surgimento de fissuras. Além disso, uma pele ressecada é muito mais propensa a apresentar rugas, linhas de expressão e poros dilatados.

Por isso, evite sempre lavar o seu rosto com a água muito quente. Prefira sempre temperaturas frias ou até mesmo mornas, que fecham os poros e não ressecam a cútis, mantendo-a hidratada e com um viço muito saudável.

8. Escolha produtos adequados ao seu rosto

Por fim, a escolha de bons produtos é fundamental, seja para limpar a pele, hidrata-la, tonifica-la ou qualquer outra etapa dos tratamentos diários com o rosto. Eles devem ser de boa qualidade, feitos por empresas que têm seriedade na produção de seus itens e um comprometimento com o consumidor.

Além disso, é interessante sempre optar por produtos o mais natural possível. A natureza fornece compostos fundamentais e muito interessantes, que são super biodisponíveis (ou seja, bem-aceitos pelo organismo, o que contribuem para o sucesso dos cuidados com a pele).

9. Estude sobre a saúde da pele

Para alcançar resultados cada vez melhores nos cuidados faciais, você precisa compreender como sua pele funciona. Por mais que nenhuma maquiagem tenha sido utilizada durante o dia, se mostra indispensável higienizar o rosto adequadamente para evitar que as bactérias se proliferem na região.

Afinal de contas, ao longo do dia, sofremos com poluição, impurezas e suor que podem obstruir os poros. Com esse tipo de resquício, aumentam as chances das inflamações se tornarem cravos e espinhas até para quem não tem pele oleosa. Sem contar que o processo de renovação celular acontece durante o período noturno.

Dessa forma, se a sujeira não for removida, a pele tende a começar a apresentar os sinais de envelhecimento mais cedo pela falta de produção de colágeno e restabelecimento do PH natural. Agora para quem já tem a cútis oleosa, a situação fica ainda mais complicada, pois a sujeira gera efeito dobrado de sebo na manhã seguinte.

Erros mais comuns

Muitas pessoas fazem uma rotina de pele bem disciplinada, porém, cometem alguns erros que impedem melhorias. O grande problema está, justamente, na fase de higienização, que precisa ser a mais completa possível para absorver bem os produtos aplicados posteriormente.

Antes de lavar o rosto é muito importante sempre higienizar as mãos. Isso mesmo! Por um descuido simples como esse, cosméticos caros podem acabar ter o efeito contrário. Outra falha comum está na escolha do adstringente.

Cada tipo de pele tem uma necessidade e, por isso, tentar combater a oleosidade com algo muito agressivo tende a causar o famoso efeito rebote. O que acontece é que as fórmulas com álcool destinadas a acabar com cravos e espinhas ressecam em excesso e aumenta a produção de oleosidade, justamente para compensar essa falta retirada pela substância.

– Esfoliação

O processo de esfoliação é muito importante para manter a pele equilibrada e livre de células mortas. Porém, você deve tomar bastante cuidado com a frequência em que realiza o tratamento. Isso porque em excesso, a esfoliação retira a hidratação natural da pele e interfere no viço da cútis. O ideal é seguir um cronograma rigoroso com uma limpeza mais profunda que varie entre uma ou duas vezes na semana.

Tenha atenção redobrada também com a força em que a esfoliação é realizada. Esfregar demais o rosto, embora traga uma sensação de maciez inicialmente, pode inflamar os poros por conta da abertura de cortes microscópicos na face. Uma boa sugestão, nesse caso, está em investir em lenços micelares para fazer uma higienização antes de aplicar o esfoliante.

– Água quente

Aplicar água muito quente no momento de higienizar o rosto é um erro que se agrava com o passar do tempo. Claro que no inverno passar água gelada se transforma em uma dificuldade, mas é preciso optar pela temperatura morna para não agredir a pele.

O calor responsável por abrir os poros no momento de fazer uma limpeza também tira a hidratação natural e a umidade, deixando a pele muito ressecada. Além disso, a água quente prejudica quem sofre com patologias consideradas comuns, como os diferentes tipos de dermatite.

– Esfregar o rosto

Enxugar o rosto de maneira errada é outro problema recorrente na rotina de pele. Ao esfregar a face na toalha, você contribui para a formação de linhas finas e ainda deixa a cútis muito sensibilizada. O mais indicado é usar toalhas de microfibra, que são aquelas mais fofinhas, e dar leves batidinhas durante a secagem.

Tenha em mente que alguns hidratantes, por exemplo, aderem melhor em pele úmida e, por isso, deixar a região completamente seca não é indicado.

10. Faça limpeza de pele regularmente

Por que seja feita uma higienização diária em casa, a limpeza de pele com profissionais de estéticas também se mostra indispensável. O motivo é que as camadas mais profundas da cútis não são atingidas pelos cosméticos que temos em casa, e a ajuda profissional faz toda a diferença — não pense que o processo se resume a apenas retirar cravos.

A limpeza de pele é indicada para lidar com as consequências das agressões sofridas pela face regularmente. Assim, de tempos em tempos, o uso de produtos com ativos mais fortes potencializa também os cuidados caseiros. Veja, a seguir, os principais benefícios do processo:

  • remove o excesso de oleosidade;
  • remove as células mortas;
  • equilibra o PH;
  • deixa a pele mais firme e com mais elasticidade;
  • previne o envelhecimento;
  • proporciona um aspecto de pele hidratada.

11. Use filtro solar diariamente

Apesar de conhecer a importância de usar o produto, muitas pessoas acabam esquecendo do filtro solar em dias nublados, por exemplo. O mais importante é ter consciência que se trata muito mais do que um passo da rotina de beleza, a proteção solar também está diretamente ligada a saúde da pele.

Os raios UVA estão presentes mesmo quando não vemos o sol brilhando. Dessa forma, aplique o filtro solar adequado para o seu tipo de pele como último passo antes da maquiagem. A quantidade adequada é o equivalente a uma colher de sopa. Além de acelerar o envelhecimento precoce e deixar a face com uma aparência mais grosseira, o sol ainda é o principal responsável pela incidência de melanoma.

Esse tipo de câncer de pele, quando se instala em uma camada mais profunda, tende a se espalhar para outros órgãos com mais rapidez. Levando isso em conta, tenha atenção especial com qualquer pinta ou mancha diferenciada que mudar de formato. Nesse caso, sempre é bom procurar a opinião de um profissional para esclarecer as dúvidas.

12. Tenha atenção com a luz visível

Como vivemos boa parte do dia em frente a tela do computador ou do celular, precisamos nos preocupar com a luz emitida por esses equipamentos. Além dos raios solares, esse tipo de luz também é nociva e causa manchas no rosto. Ela consegue penetrar na epiderme por meio da claridade emitida e tem como consequência o agravamento do quadro de melasma na maioria dos casos.

Para combater os efeitos negativos, o mais indicado é recorrer ao filtro solar com cor, já que a composição dos protetores comuns não protege a pele desse tipo de agressão. Use com frequência mesmo que em ambientes fechados e fique de olho na composição dos pigmentos para garantir a eficácia.

Outro ponto importante é sempre que utilizar um protetor com cor lembrar de passar demaquilante antes de iniciar o processo de limpeza. Isso porque as substâncias podem entupir os poros se não forem removidas adequadamente.

Pronto! Agora você já conhece as principais dicas para a pele do rosto. O mais importante é manter uma rotina de cuidados focada em limpeza, hidratação e proteção. Além disso, valorize também os tratamentos estéticos que giram em torno do fechamento de poros ou envelhecimento. Só assim será possível alcançar resultados positivos em longo prazo.

Gostou das informações deste artigo? Então, assine nossa newsletter e receba novidades exclusivas.

Posts relacionados

Deixe uma resposta