A maioria das pessoas, sejam elas homens ou mulheres, têm um certo grau de preocupação com a saúde da pele. Seja por meio da limpeza diária ou, até mesmo, com procedimentos mais específicos, como a esfoliação, é normal que tenhamos um zelo maior com essa região. Apesar disso, os cuidados com as axilas são comumente negligenciados por grande parte de nós.

Embora não pareça ser uma região que necessite de atenção, as axilas são um ponto extremamente sensível de nosso corpo e os cuidados com a área são fundamentais para manter a pele saudável e bem higienizada, evitando odores característicos ou problemas com manchas, que podem trazer um aspecto estético desagradável.

Mas afinal, como podemos cuidar de nossas axilas da maneira adequada? Quais são os cuidados necessários com essa parte de nosso corpo? A seguir, conversaremos um pouco sobre o tema, oferecendo algumas dicas importantes para manter a região bonita e saudável. Boa leitura!

Quais são as particularidades da região das axilas?

As axilas são a região de transição entre o nosso braço e o tronco, sendo uma área com muitas glândulas sudoríparas. Isso significa que grande parte do suor é excretado para fora de nosso corpo através delas.

A excreção do suor é um mecanismo fundamental para que o corpo regule a temperatura em momentos de calor intenso ou, também, em episódios de estresse, protegendo o nosso organismo contra o aquecimento exagerado, que pode desnaturar (ou seja, quebrar) as proteínas existentes, trazendo problemas sérios para a saúde.

A pele da região das axilas é extremamente sensível e muito fina, o que a torna suscetível a traumas e danos mecânicos, especialmente causados durante a depilação. Além disso, a área é extremamente vascularizada e enervada, o que a torna ainda mais vulnerável – é por isso que, por exemplo, muitas pessoas sentem cócegas nesse local).

Outra característica marcante dessa parte do corpo é o odor característico. Ele ocorre por conta da proliferação de bactérias, que é potencializada caso o suor não seja eliminado. Por isso, a higiene do local é imprescindível para manter a região livre de cheiros desagradáveis.

Quais são os 5 principais cuidados com as axilas?

Agora que já conhecemos algumas das funções das axilas e sabemos quais são as suas particularidades e características (inclusive a sensibilidade elevada dessa região), que tal ficar por dentro dos principais cuidados que devemos ter com essa parte do corpo? Vamos lá!

1. Mantenha uma boa higiene na região

O primeiro passo para ter bons cuidados com a região das axilas é manter a área sempre higienizada. Isso, é claro, não significa lavá-las excessivamente (o que pode causar o efeito rebote). A higiene também não está diretamente relacionada com a presença ou ausência de pelos – que, aliás, têm ação protetora.

Para manter as axilas higienizadas basta limpar a região com sabonete neutro ao tomar banho e, se a transpiração for excessiva, fazer a higiene com lencinhos umedecidos, também neutros, caso julgar necessário. Lembre-se também de manter as axilas sempre bem sequinhas!

2. Tome cuidado com o uso de lâminas

As lâminas de barbear são grandes responsáveis por causar lesões na região axilar. Isso é causado pelo atrito da lâmina com a pele, mesmo que não ocorram os famigerados cortes. O simples fato de raspá-la contra a superfície cutânea é responsável por criar microlesões que nem sempre são vistas a olho nu, mas estão lá.

Por isso, o interessante é evitar o uso desse tipo de mecanismo para fazer a depilação, a fim de evitar essas pequenas lesões que posteriormente cicatrizam e podem deixar a região áspera e escurecida. Além disso, os cortes geram desconforto e podem fazer com que pelos encravem, causando muita dor.

3. Estenda o cuidado também à depilação com cera

A depilação feita com cera, seja ela quente ou fria, é uma boa alternativa ao uso das lâminas de barbear. Esse tipo de depilação é menos traumático, embora envolva o uso de força para remover os fios. Apesar disso, é sempre necessário tomar alguns cuidados com as axilas durante o uso das ceras.

Além de escolher uma marca de qualidade e confiável, utilize sempre produtos destinados a acalmar a pele após a depilação. Outra dica interessante é o uso de esfoliantes para a área, que podem ser comprados ou, até mesmo, feitos em casa, a fim de evitar o surgimento de pelos encravados.

4. Evite o aparecimento de manchas

As manchas na região axilar são muito comuns e conferem um aspecto desagradável, o que deixa muitas pessoas com vergonha de utilizar regatas e outras roupas que mostrem as axilas. Para evitar esse tipo de problema, é recomendado que se evite as depilações acima e priorize a depilação a laser.

Caso isso não seja possível, algumas dicas podem ajudar a manter a área sempre do tom de sua pele. Alguns cremes, por exemplo, contêm ácidos específicos para clarear áreas escurecidas em sua composição. Esse tipo de produto, no entanto, só pode ser prescrito por um dermatologista.

5. Escolha o desodorante perfeito para você

Por fim, a melhor dica para os cuidados com as axilas é escolher um bom desodorante que seja perfeito para você. Cada pessoa necessita de uma fórmula diferente, que pode conter compostos hidratantes (especialmente no caso de assaduras), branqueadores ou até mesmo antitranspirantes (caso a pessoa produza muito suor).

Uma boa opção é sempre buscar alternativas mais naturais, como é o caso dos desodorantes da Vinotage. Eles são feitos com ingredientes da natureza, como é o caso do extrato de vinho, que promove a renovação celular, deixa a pele sempre hidratada e auxilia no controle de odores desagradáveis.

Como podemos ver, os cuidados com as axilas são bastante simples e não é preciso muito esforço para manter essa área bonita, saudável e sempre bem higienizada. A escolha de produtos de qualidade e com função calmante e hidratante são fundamentais para o sucesso dos cuidados!

Gostou deste artigo? Então, que tal saber ainda mais sobre os cuidados necessários com o maior órgão de nosso corpo? Confira nosso post sobre os principais cuidados com a pele e fique por dentro desse assunto!