Se você se preocupa com a sua estética, saúde e bem-estar, já deve ter ouvido falar dos antioxidantes. Essas substâncias atuam contra os radicais livres produzidos durante o nosso metabolismo — e são os principais compostos que realizam o processo de oxidação e morte das células.

Apesar de o nosso corpo ter mecanismos para se defender dessas moléculas, é importante manter uma alimentação equilibrada e um estilo de vida saudável, além de complementar os cuidados com produtos tópicos. Nesse caso, eles são absorvidos pela pele e transportados pela corrente sanguínea até o tecido-alvo.

Pensando nisso, preparamos este artigo para você conhecer mais sobre os antioxidantes. Boa leitura!

O que são antioxidantes?

Os antioxidantes são compostos que previnem a ação nociva dos radicais livres (agentes oxidantes) sobre as células, os quais favorecem danos no DNA, o envelhecimento celular e o aparecimento de doenças, como o câncer.

Os antioxidantes podem ser encontrados em alimentos, suplementos alimentares e nos cosméticos, como cremes e hidratantes. Eles são classificados em dois sistemas:

  • endógeno: grupo de enzimas produzidas naturalmente pelo organismo que exercem atividades antioxidantes. Esse sistema é influenciado por fatores como estresse, sono e alimentação. A produção endógena diminui com o passar dos anos;

  • exógeno: grupo de substâncias, como sais minerais e vitaminas, que são obtidos a partir da alimentação.

Como eles agem no nosso organismo?

Os radicais livres são moléculas altamente instáveis por terem um elétron a menos na última camada eletrônica. Por isso, eles sempre buscam a estabilidade por meio de reações químicas com outras moléculas.

Apesar de serem essenciais para a saúde, o excesso dessas substâncias pode causar danos a células saudáveis, como lipídios, proteínas e DNA. A intensificação das reações de oxidação no organismo está associada ao desenvolvimento de doenças crônicas, como o diabetes, a obesidade, a hipertensão, a aterosclerose e de doenças degenerativas, como o Parkinson e o Alzheimer, além de alguns tipos de câncer.

Nesse cenário, os antioxidantes agem doando o elétron que falta nos radicais livres. Assim, eles se tornam moléculas estáveis e não reagem com outros elementos presentes nas células. Por isso, eles ajudam a prevenir doenças e problemas como envelhecimento precoce.

Como eles influenciam o processo de antienvelhecimento?

O envelhecimento é um processo natural em todo ser vivo. Isso causa a diminuição gradativa da capacidade de todos os órgãos do corpo, até mesmo da pele. Nessa situação, fatores hormonais e genéticos favorecem o chamado envelhecimento cronológico, ou intrínseco.

A redução natural da função cutânea é complementada pela exposição a fatores ambientais, como o cigarro, o álcool, os poluentes e a radiação ultravioleta. No último caso, ocorre a perda de vitamina C da pele, um dos principais estimuladores de colágeno.

Em conjunto, essas condições exteriores são responsáveis pelo envelhecimento da pele, chamado extrínseco. Independentemente do caso, o ponto principal do envelhecimento cutâneo envolve a produção dos radicais livres.

Em quais tipos de alimentos podem ser encontrados?

Existem diversos tipos de alimentos ricos em antioxidantes que você deve acrescentar na dieta. Confira os principais.

Frutas cítricas

As frutas cítricas, como limão, laranja e abacaxi, são ricas em vitamina C — um poderoso antioxidante. Elas podem ser usadas em diversas receitas de sobremesa e consumidas em forma de suco.

Aveia

A aveia é um cereal rico em vitaminas do complexo B e uma ótima opção para complementar o café da manhã ou o lanche da tarde. A versão em flocos pode ser acrescentada em saladas de frutas ou iogurtes naturais e a farinha combina muito bem com vitaminas.

Linhaça

A linhaça apresenta alto teor de fibras, além de vitamina E, ômegas 3 e 6 e outros minerais. O ideal é que seja consumida na parte da manhã, pois ajuda a reduzir o apetite ao longo do dia. Experimente em sucos, vitaminas ou saladas de frutas.

Azeite de oliva

Esse óleo é rico em vitamina E e é uma opção saudável para refogar alimentos. Também pode ser usado para finalizar um prato ou consumido como tempero de saladas. Dê preferência pelo tipo extravirgem.

Sálvia

Além da ação antioxidante, a sálvia é um bom anti-inflamatório e auxilia no equilíbrio de todo o organismo. Por ter sabor refrescante, combina bem como chá ou tempero de molhos, legumes e carnes.

Existem cosméticos antioxidantes?

Cosméticos antioxidantes existem e são ótimas opções para reduzir a ação dos radicais livres no corpo. A principal opção que o mercado oferece para prevenir o envelhecimento da pele é por meio da suplementação do sistema endógeno com substâncias que já fazem parte dele naturalmente.

A maioria da matéria-prima usada é de origem vegetal. Confira os principais agentes ativos presentes nos produtos anti-idade.

Resveratrol

O resveratrol é um polifenol muito presente nas cascas das uvas. Ele é produzido naturalmente para proteger a planta contra os ataques de bactérias, fungos e outros agentes patógenos.

Por ser uma substância altamente antioxidante e que combate os radicais livres de forma eficiente, vem sendo muito usada em cosméticos para tratar o envelhecimento cutâneo e cuidar da pele.

Quando aplicado de forma tópica, o resveratrol protege a pele contra os danos que a radiação UVB causa. Além disso, ele inibe o estresse oxidativo provocado por essa faixa de radiação.

Grape seed

O grape seed é um extrato da semente de uva Vitis vinifera, rico em proantocianidinas. Essa substância tem elevada atividade antioxidante no organismo humano, pois sequestra os radicais livres e é capaz de inibir a redução natural de antioxidantes induzida pelos raios ultravioleta. A aplicação tópica do grape seed pode elevar o fator de proteção solar em humanos.

Vitamina C

Essa vitamina é solúvel em água, por isso, reage com os radicais livres presentes em meio aquoso, como os que existem no interior das células. Ela também é capaz de manter as enzimas do sistema endógeno em estado reduzido.

Vitamina E

A vitamina E é solúvel em gordura e atua protegendo a membrana das células (formadas por lipídios) da ação dos radicais livres. Ela também protege as proteínas que atuam no transporte do colesterol.

Vitamina A

Essa vitamina é capaz de se combinar com alguns radicais livres e neutralizar as suas ações, antes mesmo que eles possam provocar lesões no organismo.

Como adquirir cosméticos antioxidantes de qualidade?

Como dissemos, o resveratrol é um poderoso antioxidante que ajuda na saúde da pele. Por isso, marcas que exploram os benefícios da uva para a produção dos seus produtos são ideais para hidratar, revigorar e rejuvenescer a cútis.

A Vinotage tem diversas opções de produtos produzidos com base 100% vegetal que acentuam e prolongam a saúde e a beleza natural do corpo. A linha Vitis Corpo, por exemplo, conta com sabonetes líquidos e em barra, óleos de massagem, hidratantes corporais, entre outros, com extrato de uvas viníferas.

A Vitis Face também é uma ótima opção para quem quer cuidar da pele do rosto e mantê-la jovem com produtos naturais e antioxidantes. A combinação de ingredientes faz os hidratantes, os tônicos e as máscaras faciais da Vinotage terem muita qualidade e promoverem mais viço e saúde para a cútis.

Além de consumir alimentos ricos em antioxidantes com frequência, é importante investir em cosméticos de qualidade, se proteger da radiação solar, praticar atividades físicas e evitar o consumo de cigarro e bebidas alcoólicas. Dessa forma, além de manter uma rotina de hábitos saudáveis, você aproveita melhor os benefícios dessa substância e previne a ação precoce dos radicais livres!

Gostou de conhecer mais sobre os antioxidantes? Ficou com alguma dúvida? Então, deixe a sua opinião na caixa de comentários!