A maioria de nós se preocupa e deseja uma pele cheia de saúde e beleza. No entanto, muitas vezes não sabemos exatamente o que acontece com a nossa cútis, o que nos leva a ter uma série de dúvidas sobre as principais ocorrências cutâneas, como as linhas de expressão. Assim, surgem muitas perguntas sobre os tratamentos e cuidados mais eficazes.

Conhecer exatamente o que são as linhas de expressão, quais são os seus tipos mais comuns, como elas se formam e quais são as suas causas é a melhor maneira de efetivamente preveni-las ou tratá-las da forma adequada.

Pensando nisso, preparamos um texto com algumas das perguntas mais comuns sobre esse tema. Ao fim da leitura, você terá uma ideia muito mais clara do que são as linhas de expressão e de como combater esse problema da melhor forma possível. Tudo pronto? Então, vamos lá!

1. O que são as linhas de expressão?

Linhas de expressão são pequenas marcas visíveis em nosso rosto. Elas podem estar divididas em marcas ou rugas, dependendo de como surgiram e do seu comportamento na superfície cutânea. Veremos mais sobre essas denominações à frente.

De modo geral, as linhas de expressão mais comuns são os pés de galinha, que ficam ao ladinho dos olhos, o código de barras, localizado na testa, e o bigode chinês, que vai do final do nariz até o meio das bochechas. A seguir, descobriremos mais sobres os tipos de marcas mais comuns.

2. Quais são os principais tipos de linhas de expressão?

Agora, chegou o momento de discutirmos quais são os principais tipos de linhas de expressão, que também podem ser chamados de rugas, dependendo do caso. Vamos lá?

Dinâmicas

Linhas dinâmicas são, como o próprio nome já indica, aquelas que somem quando não estamos movimentando o nosso rosto. Ou seja, elas dependem da movimentação para serem notadas. Normalmente, são as linhas em estágio mais inicial, ou seja, as mais simples de serem efetivamente tratadas com a ajuda de um dermatologista.

Gravitacionais

Outra vez, o nome já nos dá uma boa indicação do que é esse problema. As rugas gravitacionais ocorrem devido à ação da gravidade em nossa pele, normalmente causada pelo enfraquecimento muscular e a redução do tônus muscular da pele. Também é um tipo de ruga difícil de ser tratado.

Finas

As rugas ficas também são conhecidas como estáticas e, por serem fixas, não são mais chamadas de linhas de expressão. Elas são o tipo mais superficial de rugas existentes e normalmente o seu aparecimento está relacionado com a alta incidência de raios solares sobre as células cutâneas.

Profundas

Rugas profundas são aquelas observadas em pessoas de mais idade e, portanto, têm tudo a ver com o envelhecimento celular natural de nosso corpo. Elas são observadas até mesmo em repouso, ou seja, quando o rosto não está se mexendo. São mais difíceis de ser tratadas, por estarem em um estágio mais avançado.

3. Quais são as suas causas e como elas se formam?

Como vimos, rugas e linhas de expressão podem ser causado por diversos fatores. As primeiras são as mais multifatoriais, e têm uma relação muito forte com a falta de hidratação, a exposição prolongada ao sol, aos hábitos nocivos (não tomar água, não se alimentar corretamente, entre outros) e, claro, ao envelhecimento natural da pele.

As linhas de expressão, por sua vez, estão ligadas aos movimentos repetitivos executados por nosso rosto. Eles, é claro, não fazem o trabalho sozinho e, portanto, cuidados adequados com a pele também são fundamentais para evitar a marcação progressiva de sua face.

4. Há alguma diferença entre as linhas e as rugas? Quais?

Outra dúvida muito comum quando falamos sobre linhas de expressão diz respeito às rugas. Muitas pessoas utilizam, de forma equivocada, os dois termos como sinônimos. Na verdade, algumas pequenas diferenças fazem com que rugas e linhas sejam fatores bem diferentes.

De modo geral, o que difere uma ruga de uma linha de expressão é a sua origem. Linhas de expressão são aquelas causadas pelo movimento excessivo da pele que, quando associado a outros fatores (pouca hidratação, luz solar e outros) podem contribuir para a formação das marcas.

As rugas, por sua vez, independem do movimento para aparecer. Elas surgem de modo natural por conta do envelhecimento das células cutâneas ou também devido ao cuidado ineficaz com a rotina da pele.

5. Como podemos prevenir esse tipo de problema?

Agora que já sabemos exatamente o que são as linhas de expressão e as rugas e também conhecemos as suas causas mais comuns, chegou a hora de descobrirmos as melhores maneiras para prevenir esse problema. Confira abaixo.

Caprichar na rotina de cuidados com a pele

Utilizar os produtos certos para a sua pele e caprichar na rotina, fazendo uma boa limpezatonificação e hidratação, são os primeiros passos para garantir que as rugas e linhas de expressão sejam mantidos bem longe de sua face por muito mais tempo.

Utilizar protetor solar todos os dias

O sol é um dos principais vilões de uma pele bonita e saudável, especialmente quando falamos dos raios incididos entre as 10 e 16 horas. Por isso, utilize proteção solar todos os dias, até mesmo quando não for sair de casa. 

Assim, você protegerá sua pele não só das linhas de expressão, mas de uma série de problemas cutâneos.

Investir no uso de bons produtos para a pele

Por fim, uma dica importante é investir em bons produtos para a sua rotina diária. Além de estarem relacionados com o seu tipo de pele, é sempre interessante escolher marcas que tenham uma preocupação com a composição e a fórmula de seus itens, optando por utilizar insumos orgânicos e naturais.

6. Há tratamentos eficazes para essa situação?

Há uma série de tratamentos para as linhas de expressão e para as rugas, desde as mais superficiais às mais profundas. O primeiro deles é uma boa rotina de cuidados com a pele, com o uso de produtos antienvelhecimento, quando for necessário.

Depois, podemos citar outras alternativas, como:

  • aplicação de botox;
  • tratamento a laser;
  • ginástica facial;
  • tratamento com radiofrequência.

Apenas um médico dermatologista poderá escolher o melhor tratamento para o seu caso. Por isso, não deixe de fazer uma visita ao consultório de um profissional qualificado para avaliar as suas reais necessidades!

Como podemos perceber, o surgimento de linhas de expressão é uma consequência tanto da passagem do tempo quanto da falta de cuidados adequados com a nossa pele. Por isso, caprichar no uso de bons produtos (de preferência os que são específicos para o seu tipo de pele e para os seus objetivos) é a melhor maneira de mantê-las bem longe de seu rosto!

Agora que já conhecemos tudo sobre as linhas de expressão, que tal ficarmos por dentro de um dos mais importantes componentes de uma boa rotina de cuidados com a pele? Confira um post especial sobre os hidratantes faciais e os benefícios de escolher o ideal!