Quando alguém fala sobre hidratante corporal é comum surgirem diversas dúvidas, não é mesmo? Afinal de contas, embora seja sabido que ele é muito importante não só por uma questão de estética, mas principalmente por melhorar a saúde da cútis — já que ele hidrata, tonifica e restaura o equilíbrio dela —, muita gente ainda não tem ideia de como escolher o produto adequado para a própria pele.

Por conta disso, nem sempre a adaptação ao hidratante é boa, nem os resultados são alcançados como se esperava. Por essa razão, preparamos um post especial para ajudar você a identificar qual o mais indicado para o seu perfil e não cometer mais erros na hora da compra. Acompanhe até o fim e fique por dentro das nossas dicas!

Conheça o seu tipo de pele

Antes de qualquer coisa é importante que você reconheça qual é o seu tipo de pele. Isso porque pessoas com a epiderme oleosa ou normal, por exemplo, conseguem reprimir a evasão de água e nutrientes naturalmente — algo que não acontece com aquelas de pele seca, em que a perda é constante. É por isso que dificilmente você as vê lidando com problemas como aspereza e aparecimento de microfissuras ou mesmo rachaduras.

Ou seja, pessoas com pele seca precisam de atenção com o uso do hidratante, pois isso pode ajudar (e muito!) a melhorar a hidratação do corpo e evitar que o quadro de secura evolua para um ressecamento. Basta lembrar que isso desencadeia uma série de problemas, como hipersensibilidade, descamação, irritação generalizada, vermelhidão etc.

Veja quais são os componentes do produto

Fora conhecer a sua pele, não deixe de verificar quais são os componentes do hidratante corporal. Lembre-se de que essa pequena tarefa o ajudará a entender melhor como cada elemento atua sobre a epiderme e contribui para a saúde dela. Veja, por exemplo, se ele tem óleos vegetais (como o de girassol, o de oliva e o de abacate) e minerais (como os ômegas 3 e 6) na composição.

Vale ressaltar que essas informações estão tanto no frasco/caixa do produto quanto na loja virtual — quando você adquire ele online pela comodidade de receber em casa.

Analise a textura e a absorção

Uma quarta dica é avaliar como é a textura e a absorção do hidratante corporal. A razão disso é que versões mais densas tendem a demandarem mais movimentos circulares para espalhar o produto e, por vezes, acabam demorando mais a serem absorvidos pela pele. 

Para completar você pode sentir aquela sensação incômoda de cútis pegajosa e oleosa — o que, convenhamos, não é nada agradável. Por isso, opte sempre por hidratantes com textura leve, que são fáceis de aplicar, espalhar e serem absorvidos.

Opte por uma fragrância delicada

Por fim, mas não menos importante, observe a fragrância que o produto tem. Esse é um detalhe simples, mas capaz de fazer a diferença no seu dia a dia. Isso porque um hidratante corporal com um cheiro mais acentuado pode, eventualmente, trazer incômodos para você e as pessoas ao seu redor. 

Por essa razão, escolha uma versão com fragrância delicada que deixe a sua pele perfumada e agradável, mas sem competir com o aroma do perfume ou de outros cosméticos ou ainda pior: despertar reações alérgicas.

Escolha um produto natural

Uma última dica é pesquisar por uma marca que respeite a natureza e os animais e tenha uma linha de produtos feita 100% com bases vegetais, como a Vinotage. Dessa forma, você tem a garantia de que está comprando um hidratante corporal que não é testado em bichos e, em especial, não tem componentes químicos na formulação (como é o caso dos parabenos).

Afinal, cada vez mais estão sendo elaborados estudos que apontam como o uso desses elementos em cosméticos é prejudicial à nossa saúde a longo prazo, sendo responsáveis por ocasionar desde alergias tópicas até o desenvolvimento de tumores malignos.

Alguns exemplos são o artigo publicado no National Center for Biotechnology for Information (NCBI) e o veiculado na Revista Intertox de Toxicologia, Risco Ambiental e Sociedade (Revinter). Portanto, não compensa adquirir produtos de origem duvidosa, ainda mais quando eles colocam em risco a sua saúde, que é o seu bem mais precioso.

Extra: os benefícios de usar diariamente um hidratante corporal

Agora que você já sabe o que verificar ao adquirir um hidratante corporal — para evitar erros com um produto tão importante como esse —, é hora de falarmos sobre os benefícios de usá-lo na sua rotina. 

Isso porque quem desenvolve o hábito de cuidar diariamente da própria pele vê resultados não apenas mais rápido, mas, acima de tudo, de forma mais natural e muito mais consistente. Por isso, veja, abaixo, quais são eles:

  • retardamento do envelhecimento, uma vez que os antioxidantes do produto combatem a ação dos radicais livres que são os responsáveis por esse processo;
  • melhora na elasticidade e na firmeza da epiderme — o que ajuda a combater diretamente não só a flacidez, como também o aparecimento de rugas e marcas de expressão;
  • aumento da proteção da cútis, visto que o hidratante cria uma camada protetora que impede que microrganismos penetrem nela e agridam o seu organismo;
  • maior tonificação e regeneramento da pele — deixando-a com um aspecto mais uniforme, macio e com menos manchas —, especialmente para quem tem a epiderme ressecada e com uma aparência rachada;
  • redução da sensibilidade cutânea por falta de hidratação, fazendo com que irritações, avermelhamentos e até mesmo descamações ocorram numa frequência cada vez menor.

Ao longo deste post, você acompanhou diversas dicas simples, mas extremamente úteis na hora de escolher um hidratante corporal. Sugestões que vão garantir que o produto escolhido seja de qualidade, de uma marca sustentável e, em especial, que tenha uma formulação que proteja e mantenha a sua pele cada vez mais bonita, jovem e nutrida. Portanto, não deixe de segui-las, ok?!

Gostou de saber mais sobre o assunto? Pois aproveite e também fique por dentro do que são as manchas na cútis, as principais causas e como tratá-las corretamente!