Saiba como escolher desodorantes - Blog | Vinotage

Saiba como escolher desodorantes

6 minutos para ler

Como você escolhe os desodorantes que vai usar? Já parou para pensar nisso? Embora ainda exista gente que use esse produto sem critério algum (o que é um erro), é cada vez maior o número de pessoas que se conscientizam que, assim como ocorre com a aquisição de cosméticos, os desodorantes devem ser selecionados a dedo.

Quanto melhor for a qualidade do produto, melhor será o resultado dele na sua pele e menores serão os riscos de utilizar algo com uma formulação duvidosa e até mesmo nociva à sua saúde. Pensando nisso, reunimos alguns dos aspectos mais importantes que você deve analisar ao comprar desodorantes. Acompanhe!

Prefira a versão aerossol

Para começar, escolha os desodorantes na versão aerossol em vez daqueles roll-on ou em creme. O porquê disso? É que os dois últimos tipos precisam ser aplicados com o auxílio das mãos ou da própria embalagem do produto recorrentemente, o que aumenta as chances do produto acabar contaminado.

Já o aerossol dispensa esse tipo de contato e ainda tem uma aplicação otimizada graças ao jato, que é lançado pelo borrifador diretamente sobre as axilas. De quebra, ele ainda tem rápida absorção — algo que, definitivamente, não acontece com as opções roll-on e creme.

Ambos os tipos de desodorante são cremosos e demoram mais tempo para serem absorvidos pela cútis. Portanto, essa questão pode se tornar um problema para quem tem a pele oleosa, pois o produto dificulta a transpiração e estimula o acúmulo do sebo.

Opte por um desodorante sem álcool

Quem tem a pele sensível deve sempre observar se os desodorantes indicam na embalagem se têm ou não álcool na composição. Esse é um detalhe que pode parecer simples, mas acredite: faz toda a diferença no cuidado com o seu próprio corpo.

O álcool é capaz de provocar uma série de reações indesejadas nas axilas, como irritação, vermelhidão e até coceira. Além disso, se você depila a região regularmente, o cuidado deve ser redobrado.

O motivo disso é que esse componente aumenta o ressecamento e a desidratação do local, deixando a pele áspera e mais sensível ao toque — o que contribui para o aparecimento da foliculite. Para completar, se a área for exposta ao sol enquanto está com o produto, há grandes chances da ação combinada de raios UVA/UVB com álcool desencadear manchas escuras localizadas.

Verifique se o produto tem ação antitranspirante

Nunca deixe de checar se os desodorantes contam ou não com ação antitranspirante e de verificar a duração desse efeito, especialmente se você sua com mais facilidade nas axilas do que em outras partes do corpo.

O antitranspirante evita que surjam maus odores, mas principalmente age bloqueando as glândulas sudoríparas da região de atuarem ativamente. Ou seja, o produto funcionará como um regulador da sua transpiração, garantindo que não haja excesso de suor nessa área — e isso se torne um problema que lhe faça trocar de camisa com mais frequência ao longo do dia, por exemplo.

Veja quais são as substâncias presentes no desodorante

Outro ponto relevante a ser analisado diz respeito às substâncias que estão presentes nos desodorantes. O que explica isso é que muitos cosméticos e itens de higiene disponíveis no mercado contam com compostos químicos na formulação, como os parabenos, que agem como conservantes desses produtos.

Embora pareçam inofensivos, eles apresentam diversos riscos à saúde, que vão desde pequenas dermatites até a aceleração do envelhecimento cutâneo.

Como se esses efeitos já não fossem o bastante, há estudos — como o elaborado em parceria pela Western General Hospital e a University of Reading e veiculado na National Center for Biotechnology Information (NCBI) — que indicam que esses elementos estão envolvidos com outros dois graves problemas. O primeiro é a desregulação hormonal no nosso organismo, e o segundo é o desenvolvimento de cânceres — em especial, o da mama.

Atente-se ao tipo de perfume do produto

O tipo de perfume dos desodorantes é mais um aspecto que deve ser levado em conta na hora da compra. A razão disso é simples: é fundamental que você se sinta confortável com o cheiro que o produto tem e que ele não seja muito forte para que não se sobreponha ao do seu perfume.

Além disso, odores muito marcantes e intensos se tornam um problema no dia a dia, já que são mais percebidos pelo nosso olfato e, consequentemente, acabam sendo mais incômodos para as pessoas ao seu redor (especialmente em ambientes fechados).

Ou seja, eles podem causar situações constrangedoras tanto na sua vida pessoal quanto na profissional. Bastante complicado, não é? Por isso, o mais indicado é que a fragrância dos desodorantes seja neutra ou sutil.

Confira a reputação da marca

Por último, mas não menos importante, não deixe de pesquisar pelo histórico da marca que produz os desodorantes e conferir como é a reputação dela no mercado. Dessa forma, é possível encontrar relatos de outros consumidores sobre a qualidade dos produtos que ela comercializa.

Mas não só isso, já que você também ficará a par dos valores e preceitos que regem a empresa e saberá se as bandeiras que ela levanta são pontos com os quais você se identifica e, inclusive, defende.

Você é a favor de produtos feitos com bases vegetais e, em especial, que não sejam testados em animais? Então nada mais natural do que adquirir desodorantes e outros itens de higiene e cuidados pessoais (como sabonete, hidratante, shampoo, tônico facial etc.) com uma empresa que realmente coloca essas propostas em prática.

Analisando com cuidado todos os aspectos que mostramos ao longo deste texto, fica muito mais fácil acertar na escolha dos desodorantes que você usará daqui para frente, não é mesmo? Afinal, você poderá optar por aqueles que não só proporcionam um efeito duradouro e que sejam fáceis de aplicar, mas acima de tudo, que não agridam a sua pele e provoquem efeitos negativos à sua saúde.

Gostou de saber um pouco mais sobre os desodorantes? Então aproveite para conhecer os benefícios de usar cosméticos elaborados com uva ou os derivados dela!

Posts relacionados

Deixe uma resposta